foto2-1.jpgfoto2-2.jpgfoto2-3.jpg

Sem comentários

 

 Perguntaram-me:

- Você é sincero?

Sim! Respondi, sou muito! Pouco prudente, em consequência, não deixo de ser...

Falo sempre o que penso; pensar, com efeito, um ou outro ferimento, provocado por uma ou outra palavra minha, mal dita, muita vez, eu devo; logo, logo, ou em qualquer tempo, de bendito, todas as pessoas que me conhecem, não hão de me chamar... 



PS - Fico-lhe muito obrigado pela sua visita. Se desejar ler mais, ainda que por acaso; caso, mais uma vez, farei da sua atenção.

 

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar