Há ponto sem luz e ponto com...

Nos dias de hoje, bem sei que a perscrutar os desígnios de Deus o humano ente tende, e entende que em algum tempo, poderá atingi-los; por certo, sei também que por doentes entes que somos, ledo engano cometemos com esse pensar insano... Esse discernimento nem sempre tivera, pois, durante os distantes dias da minha juventude, sem me apoiar em qualquer evidência, julguei ser o cosmo finito, e qualquer dito contrário, com toda veemência contestei; só agora, há bem pouco tempo, não há mais que 6 anos, mais uma vez, me ative a esse formidável mistério; e o fiz plenamente quando entendi, ou antes, quando entendidos disseram-me que ele – o universo – se compõe por uma incomensurável dimensão repleta de insondáveis buracos negros, e entre esses, há uma miríade de corpos luzidios iluminando tudo que está ao seu redor, contudo, não têm eles a vã esperança de alcançar com a sua perpétua chama, as inescrutáveis lindas do universo − esses corpos são as estrelas − entre elas, está o nosso Sol; Sol de cada dia, que à noite oferece à Lua um pouco do seu ígneo afeto... Com o seu fulgor, essa nossa estrela e as suas irmãs encerradas na Via Láctea, estão a permear o infinito espaço para distribuir brilho e calor à escuridão sem fim. Sei também que há outros corpos celestes faltos de lume próprio − são os planetas − entre eles, está a nossa Terra; essa sob a égide da estrela que lhe sustém, de braços dados com os seus baços pares, ainda que apagados, pagados não deixam quaisquer impostos impostos pelo Sol, pois esse deixa-lhes ao alcance, sem nenhum ônus, luz e calor, pois lhos oferece em forma de bônus... A ser assim, aquele que está a caminhar em busca do Ser, antes, deve a si dizer:

Diante da infinitude do Universo, por minha ínfima pequenez, quase nada valho, ainda assim, a serviço do bem, seguros e longos passos posso dar ao além, pois só dessa forma, conseguirei trilhar o infinito caminho onde há ponto sem luz e ponto com...

 

 

PS - Fico-lhe muito obrigado pela sua visita. Se ler mais, ainda que seja por acaso, caso a menos, não farei da sua atenção.


Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar